Rio de Janeiro - RJ

Taxonomia

Código

Nota(s) de âmbito

Nota(s) de fonte(s)

Nota(s) de exibição

Termos hierárquicos

Rio de Janeiro - RJ

Termos equivalentes

Rio de Janeiro - RJ

Termos associados

Rio de Janeiro - RJ

3685 descrição arquivística resultados para Rio de Janeiro - RJ

3685 resultados diretamente relacionados Excluir termos específicos

Roteiro de todos os sinais, conhecimentos, fundos, baixos, alturas e derrotas que ha na costa do Brasil: desde o cabo de Santo Agostinho ate ao estreito de Fernão de Magalhães

Estampado colorido contendo o roteiro de todos os sinais, conhecimentos, fundos, baixos, alturas e derrotas que ha na costa do Brasil

Teixeira, Luís

BAHIA do Rio de Janeiro: planta organisada na secção de hydrographia, repartição da carta maritima, sendo chefe o Almirante Arthur Jaceguay

Carta Náutica da Bahia do Rio de Janeiro, elaborada de acordo com a Carta nº 541 do Almirante Inglêz, com correções incluindo balizamento, iluminação de porto e traçado da Cidade.

Gabinete Photographico do grande E. Maior do Exército

Bahia do Rio de Janeiro

Cópia heliográfica de mapa colorido da Baía do Rio de Janeiro, contendo a Planta Organizada na Diretoria de Hidrografia e Oceanografia da Superintendência de Navegação, sendo Superintendente o Almirante Arthur Jaceguay. De acordo com a carta 541 do Almirantado Inglês, com grandes e modernas correções, traçado da Cidade, balizamento e iluminação do porto.

Brandão, Mario Eduardo de Avellar

Distintivo Adidância de Defesa, Naval, do Exército e Aeronáutica em Cabo Verde

DESCRIÇÃO
Num escudo boleado, encimado pela coroa naval e envolto por elipse feita de cabo de ouro e terminado em nó direito, em campo de ouro, três palas de verde, tendo brocante o símbolo das Forças Armadas de prata. No chefe a bandeira de Cabo Verde nas suas cores e metal.

EXPLICAÇÃO
O azul, o vermelho e as estrelas representam a bandeira de Cabo Verde. O campo de ouro e as palas de verde simbolizam o metal e o esmalte do pavilhão nacional brasileiro, enquanto o símbolo das Forças Armadas alude ao relacionamento entre as Forças Armadas do Brasil e suas congêneres de Cabo Verde.

Adidância de Defesa, Naval, do Exército e Aeronáutica em Cabo Verde

Distintivo da Adidância Naval na Bolívia

DESCRIÇÃO
Num escudo boleado, encimado pela coroa naval e envolto por elipse feita de cabo de ouro terminado em nó direito, em campo de ouro, três palas de verde, tendo brocante âncora de prata e cabo de ouro; chefe de prata com o escudo de armas da Bolívia, na sua cor.
EXPLICAÇÃO
A prata do chefe alude ao próprio metal, encontrado em grandes jazidas, notadamente no Centro de Potosí, que levou a fama boliviana a todo o “orbe”, sendo o próprio país lembrado pelo seu belo escudo d’armas. O campo de ouro e as palas de verde simbolizam metal e esmalte do pavilhão nacional brasileiro, enquanto a âncora de prata alude ao tradicional relacionamento entre as Marinhas dos dois países.

Adidância Naval na Bolívia

Distintivo da Adidância Naval na República Popular da China

DESCRIÇÃO
Num escudo boleado, encimado pela coroa naval e envolto por elipse feita de cabo de ouro e terminado em nó direito, em campo de ouro, três palas de verde, tendo brocante a âncora de prata com cabo de ouro filetados de preto. No chefe a bandeira da China nas suas cores.

EXPLICAÇÃO
No chefe o esmalte de vermelho e o metal de ouro referem-se à bandeira da China. O campo de ouro e as palas de verde simbolizam o metal e o esmalte do pavilhão nacional brasileiro, enquanto a âncora de prata alude à cooperação entre as nossas Marinhas e à tradicional amizade entre os dois países.

Adidância Naval na República Popular da China

Distintivo da Adidância Naval na Colômbia

DESCRIÇÃO
Num escudo boleado, encimado pela coroa naval e envolto por elipse feita de cabo de ouro e terminado em nó direito, em campo de ouro, três palas de verde, tendo brocante a
âncora de prata com cabo de ouro filetados de preto. No chefe a bandeira da Colômbia nas suas cores.

EXPLICAÇÃO
No chefe os esmaltes nas suas cores originais e o metal referem-se a bandeira da Colômbia. O campo de ouro e as palas de verde simbolizam o metal e o esmalte do pavilhão nacional brasileiro, enquanto a âncora de prata alude à cooperação entre as nossas Marinhas e à tradicional amizade entre os dois países.

Adidância Naval na Colômbia

Distintivo da Adidância Naval na Itália

DESCRIÇÃO
Num escudo boleado, encimado pela coroa naval e envolto por elipse de cabo de ouro terminado em nó direito, em campo de ouro, três palas de verde, tendo brocante âncora de prata e cabo de ouro; chefe em vermelho com o perfil de loba amamentando duas crianças, em ouro.
EXPLICAÇÃO
O chefe de vermelho evocando o esmalte clássico dos antigos estandartes romanos e a loba amamentando duas crianças, lendário início do grande império, aludem à sede da Adidância Naval na Itália. O campo de ouro e as palas de verde simbolizam metal e esmalte do pavilhão nacional brasileiro, enquanto a âncora de prata alude ao estreito relacionamento entre a Marinha do Brasil e sua congênere italiana.

Adidância Naval na Itália

Distintivo da Adidância Naval no Paraguai

DESCRIÇÃO
Num escudo boleado, encimado pela coroa naval e envolto por elipse de cabo de ouro terminado em nó direito, em campo de ouro, três palas de verde, com âncora de prata, cabo de ouro, brocante; chefe de prata com o escudo de armas do Paraguai na sua cor.
EXPLICAÇÃO
O prata do chefe e o escudo de armas evocam a bandeira do Paraguai. O campo de ouro e as palas de verde simbolizam as cores do Brasil e a âncora de prata alude à cooperação entre as nossas Marinhas e à tradicional amizade entre os dois países.

Adidância Naval no Paraguai

Distintivo da Adidância Naval na Venezuela

DESCRIÇÃO
Num escudo boleado, encimado pela coroa naval e envolto por elipse feita de cabo de ouro terminado em nó direito, em campo de ouro, três palas de verde, tendo brocante âncora de prata e cabo de ouro; chefe de azul com sete estrelas de prata, de cinco pontas, brocante.
EXPLICAÇÃO
O chefe de azul e as estrelas de prata evocam a bandeira da Venezuela. O campo de ouro e as palas de verde simbolizam metal e esmalte do pavilhão nacional brasileiro, enquanto a âncora de prata alude ao tradicional relacionamento entre Marinhas dos dois países.

Adidância Naval na Venezuela

Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro

  • RJDPHDM AMRJ
  • Fundo
  • 29/12/1763

Documentos relacionados ao Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro

Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro

Abono de Permanência

Ofício encaminhado ao Diretor do Pessoal Civil da Marinha para transmissão de requerimento do Servidor Civil ART-703, Artífice de Eletricidade, SEBASTIÃO MARQUES DA SILVA

Distintivo do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro

DESCRIÇÃO
Num escudo boleado, encimado pela coroa naval e envolto por uma elipse feita de um cabo de ouro e terminado em nó direito, em campo de azul uma âncora de ouro acostada de duas fustas de doze remos e dois pendões, tudo de prata. Pendente do distintivo, a insígnia da Ordem do Mérito Naval.
EXPLICAÇÃO
O campo de azul evoca o mar e as fustas os navios construídos para a Marinha, representada pela âncora. A insígnia pendente do distintivo foi a este anexada em decorrência do decreto do Presidente da República Federativa do Brasil de 11 de novembro de 1958.

Estandarte do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro

DESCRIÇÃO
Num campo retangular de seda prateada de 1.20m x 1.00m, debruado de torçal de azul, o distintivo do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro. O estandarte é firmado num mastro forrado de azul e prata, encimado por ponta de lança, de prata e guarnecido por duas fitas, de azul e prata, franjadas de ouro, e a inscrição “Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro”, de ouro, numa delas, ambas pendentes de roseta azul e prata.
EXPLICAÇÃO
A prata do estandarte evoca a Marinha em seu metal clássico e o conjunto heráldico constante do mesmo, distintivo do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro, a ele se reporta.

Aviso de Instrução Guarda-Marinha Brito

  • RJDPHDM AVIBRT
  • Fundo
  • 22/07/1981

Documentos relacionados ao Aviso de Instrução Guarda-Marinha Brito

Aviso de Instrução Guarda-Marinha Brito

Aviso de Instrução Guarda-Marinha Jansen

  • RJDPHDM AVIJAN
  • Fundo
  • 22/07/1981

Documentos relacionados ao Aviso de Instrução Guarda-Marinha Jansen

Aviso de Instrução Guarda-Marinha Jansen

Aviso de Instrução Aspirante Nascimento

  • RJDPHDM AVINAS
  • Fundo
  • 13/12/1980

Documentos relacionados ao Aviso de Instrução Aspirante Nascimento

Aviso de Instrução Aspirante Nascimento

Almirante Garnier, Almirante Thedim Costa, General Tasso Fragoso, Presidente da República Wenceslau Braz, Almirante Alexandrino de Alencar e o Tenente Pedro Cavalcante.

Alte. Garnier, Alte. Thedim Costa, General Tasso Fragoso, Presidente da República Wenceslau Braz , Almirante Alexandrino de Alencar, Tenente Pedro Cavalcante, Tenente Antônio Augusto Schorcht, Guarda Marinha Victor Carvalho e Silva.

Centro da Cidade. Área onde se situa o Museu Histórico Nacional, antigo Arsenal de Guerra. Vê-se a Santa Casa de Misericórdia com o Morro do Castelo, com o Colégio dos Jesuítas, o Observatório Astronômico e a Matriz de São Sebastião, então Igreja dos Capuchinhos.

Centro da Cidade. Área onde se situa o Museu Histórico Nacional, antigo Arsenal de Guerra. Vê-se a Santa Casa de Misericórdia com o Morro do Castelo, com o Colégio dos Jesuítas, o Observatório Astronômico e a Matriz de São Sebastião, então Igreja dos Capuchinhos.

A Avenida Rio Branco, com o Teatro Municipal, o Museu Nacional de Belas Artes, a Biblioteca Nacional, o antigo prédio do Supremo Tribunal Federal, atual Centro Cultural da Justiça Federal.

A Avenida Rio Branco, com o Teatro Municipal, o Museu Nacional de Belas Artes, a Biblioteca Nacional, o antigo prédio do Supremo Tribunal Federal, atual Centro Cultural da Justiça Federal. Ao fundo o Morro do Castelo, no início de seu desmonte, vendo-se no topo o Colégio dos Jesuítas e Aparece, ainda, a Santa Casa de Misericórdia, na Rua Santa Luzia.

Exibindo 1-100 de 3685 resultados