Heráldica

Taxonomia

Código

Nota(s) de âmbito

Nota(s) de fonte(s)

Nota(s) de exibição

Termos hierárquicos

Heráldica

Termos equivalentes

Heráldica

Termos associados

Heráldica

7 descrição arquivística resultados para Heráldica

7 resultados diretamente relacionados Excluir termos específicos

Distintivo da Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia

DESCRIÇÃO

Num escudo boleado, timbrado pela coroa naval e envolto por elipse de cabo de ouro terminado em nó direito em campo azul uma âncora alada, de ouro, tendo na haste uma arruela daquele esmalte, carregada de cinco estrelas, de prata, dispostas como as da constelação do Cruzeiro do Sul, encimada por uma coroa mural de aldeia atravessada por uma cruz latina de ouro invertida e resplandecente do mesmo.

EXPLICAÇÃO

SÃO PEDRO DA ALDEIA – Cidade do Estado do Rio de Janeiro, fundada em 1917 e primitivamente denominada de Aldeia de São Pedro. O campo azul simboliza o céu e a âncora alada de ouro assinala a Aviação da Marinha; a cruz invertida e resplandecente de ouro alude ao glorioso suplício de São Pedro e a coroa mural própria rememora a então aldeia, título este mantido no nome da cidade de São Pedro da Aldeia, de que o Apóstolo é padroeiro e evocada como sede da Base Aérea em apreço.

Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia

Distintivo do Centro de Instrução e Adestramento Aeronaval Almirante José Maria do Amaral Oliveira

DESCRIÇÃO
Num escudo boleado encimado pela coroa naval e envolto por elipse feita de cabo de ouro e terminado em nó direito, campo de azul com âncora alada de ouro, disposta em pala, tendo na haste livro aberto de prata, encadernado de púrpura. Pendente do distintivo, a insígnia da Ordem do Mérito Naval.
EXPLICAÇÃO
O campo de azul simboliza o céu e a âncora alada de ouro representa a Aviação da Marinha, aludindo o livro aberto e encadernado à instrução especializada e de que provém o adestramento aeronaval peculiares ao Centro em apreço. A insígnia pendente do distintivo foi a este anexada em decorrência do decreto do Presidente da República Federativa do Brasil de 13 de novembro de 1979.

Distintivo do Centro de Intêndencia da Marinha em São Pedro Da Aldeia

DESCRIÇÃO
Num escudo boleado, encimado pela coroa naval, e envolto por elipse feita de cabo
de ouro, terminado em nó direito, campo de azul com folha de acanto, de ouro, disposta em
faixa e brocante sobre a âncora de prata e três fuselas de ouro, em roquete; encimada por
uma coroa mural de aldeia atravessada por uma cruz latina, de ouro, invertida e
resplandescente do mesmo
EXPLICAÇÃO
O campo de azul e a âncora de prata, esmalte e atributo clássicos da Marinha,
precipuamente recordam-na. A folha de acanto alude às atividades de intendência da
Marinha do Brasil, enquanto as três fuselas simbolizam os materiais permanente, de
consumo e de transformação, de diversas categorias, estocados pelo Depósito; a cruz
invertida e resplandescente de ouro alude ao suplício de São Pedro e a coroa mural própria
rememora a então aldeia, título este mantido no nome da cidade onde está sediado o
Depósito em apreço

Distintivo do Comando da Força Aeronaval

DESCRIÇÃO

Num escudo boleado, encimado pela coroa naval, em campo de azul, uma águia pairante, de ouro, envolto por cinco estrelas, de prata, dispostas como as da constelação do Cruzeiro do Sul. No cantão a destra do chefe, âncora, de ouro, carregada de outra menor, de verde.

EXPLICAÇÃO

No campo azul, esmalte clássico da Marinha, as estrelas de prata, dispostas como as do Cruzeiro do Sul, lembram os céus do hemisfério, onde preponderantemente, operam as aeronaves da Esquadra. A águia, de ouro, alude a estas mesmas aeronaves, cuja subordinação à Marinha Brasileira é traduzida pela âncora auriverde do cantão da destra e pelo conjunto de esmaltes e metais, os mesmos da bandeira nacional. Todos estes atributos, existentes no primitivo estandarte da Aviação Naval Brasileira, criado pelo Decreto nº 20 090, de 11 de junho de 1931, identificam as gloriosas origens da Força Aeronaval.

Comando da Força Aeronaval

Distintivo do Primeiro Esquadrão de Helicópteros de Instrução

DESCRIÇÃO

Num escudo boleado, encimado pela coroa naval, em campo de azul com bordadura de ouro, âncora de prata superposta por duplo par invertido de asas estendidas, de ouro, unidas pelas partes inferiores das extremidades opostas às respectivas penas e passadas em aspa; em chefe, livro de prata, aberto e encadernado, carregado de pena do mesmo metal, em barra, com a extremidade aguçada apontada para a parte inferior da página da destra.

EXPLICAÇÃO

No campo de azul com bordadura de ouro, simbólico do emprego dos helicópteros nos céus das ricas águas territoriais brasileiras, o duplo par de asas estendidas a eles reporta-se, sendo sua vinculação à Marinha traduzida pela âncora de prata. Livro e pena do chefe aludem à instrução ministrada como atribuição regulamentar do Esquadrão em apreço.

Primeiro Esquadrão de Helicópteros de Instrução

Estandarte do Centro de Instrução e Adestramento Aeronaval Almirante José Maria do Amaral Oliveira

DESCRIÇÃO

Num campo retangular de seda azul de 1.20m x 1.00m, debruado com torçal de ouro e prata, o distintivo do Centro de Instrução e Adestramento Aeronaval Almirante José Maria do Amaral Oliveira. O estandarte é firmado num mastro forrado de azul e prata, encimado por uma ponta de lança, de prata e guarnecida por duas fitas, de azul e prata, franjadas de ouro, e a inscrição “Centro de Instrução e Adestramento Aeronaval Almirante José Maria do Amaral Oliveira,” de ouro, ambas pendentes de roseta azul e prata.

EXPLICAÇÃO

O azul do estandarte evoca a Marinha em seu esmalte clássico e o conjunto heráldico constante do mesmo, distintivo do Centro de Instrução e Adestramento Aeronaval Almirante José Maria do Amaral Oliveira, a ele se reporta.

Estandarte do Comando da Força Aeronaval

DESCRIÇÃO

Num campo retangular de seda prateada de 1.20m x 1.00m, debruado com torçal de azul, o distintivo do Comando da Força Aeronaval. O estandarte é firmado num mastro forrado de azul e prata, encimado por ponta de lança, de prata, e guarnecido por duas fitas, de azul e prata, franjadas de ouro, e a inscrição “Comando da Força Aeronaval”, de ouro, numa delas, ambas pendentes de roseta azul e prata.

EXPLICAÇÃO

A prata do estandarte evoca a Marinha em seu metal clássico e o conjunto heráldico constante do mesmo, distintivo do Comando da Força Aeronaval, a ele se reporta.