Fundo HELINS - Primeiro Esquadrão de Helicópteros de Instrução

Código de referência

RJDPHDM HELINS

Título

Primeiro Esquadrão de Helicópteros de Instrução

Data(s)

  • 22/02/1961 (Produção)

Nível de descrição

Fundo

Dimensão e suporte

Suporte papel: A4
Suporte digital: .PDF

Nome do produtor

(22/02/1961)

História administrativa

O Primeiro Esquadrão de Helicópteros de Instrução foi criado pelo Aviso N.º 0284, de 22 de fevereiro de 1961, do Exmo, Sr. Ministro da Marinha, e ativado em 27 de junho de 1962, pelo Diretor de Aeronáutica da Marinha. Possui como tarefa principal a realização da parte prática de vôo do Curso de Aperfeiçoamento de Aviação para Oficiais (CAAVO), a fim de complementar o ensino teórico ministrado no Centro de Instrução e Adestramento Aeronaval (CIAAN). Por ocasião de sua criação, o Esquadrão HI-1 contava com dois helicópteros do tipo BELL 47, recebidos quando da aquisição dos dois Navios Hidrográficos "SÍRIUS" e "CANOPUS", e mais seis helicópteros do tipo HUGHES-200, adquiridos nos Estados Unidos da América. Inicialmente, o Esquadrão HI-1 ficou subordinado ao CIAAN, localizado no Km 11 da Avenida Brasil, onde funciona atualmente o Centro Recreativo da Casa do Marinheiro. Em 1965, o Esquadrão foi transferido para a cidade de São Pedro da Aldeia - RJ, juntamente com o CIAAN, local onde estava sendo edificada a Base Aérea Naval. Com a transferência da Força Aeronaval para São Pedro da Aldeia, em 1971, o CIAAN deixou de ter sob a sua subordinação o Esquadrão, ficando apenas com a formação acadêmica dos aviadores. Em 1963, o Esquadrão HI-1 substituía, na instrução de vôo, os antigos BELL 47 e HUGHES-200, pelos helicópteros do Tipo HUGUES 269-A, que permaneceriam auxiliando na formação do pessoal aeronavegante até 1974, ocasião em que foram substituídos pelos helicópteros do tipo BELL JET RANGER II 206-B. A partir dessa data, o Esquadrão passou a contar com meios modernos, próprios para a realização de manobras primárias de instrução de vôo em aeronaves de asas rotativas. Em 1985, foram recebidos dezesseis helicópteros do Tipo BELL JET RANGER III, em substituição aos BELL JET RANGER II 206-B.

No período de 1961 a 2001, o Esquadrão HI-1 já brevetou mais de 600 Oficiais, incluindo-se, além de Oficiais da Marinha do Brasil, Oficiais de marinhas amigas do continente sul-americano, Oficiais do Exército Brasileiro, Oficiais Médicos especializados em aviação e Oficiais pertencentes aos Quadros das Polícias e Bombeiros Militares dos Estados do Espírito Santo, Mato Grosso, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná e São Paulo. Com a criação da Aviação do Exército Brasileiro, a Marinha ficou incumbida de preparar o seu pessoal para pilotagem e manutenção de suas aeronaves. Dessa forma, coube ao Esquadrão HI-1contribuir para a formação da primeira turma de Aviadores do Exército Brasileiro, possibilitando o retorno aos ares da briosa Aviação Militar, o que constituiu para nós motivo de extremado orgulho. Esquadrão HI-1 - "Berço de todos os Aviadores Navais da Marinha do Brasil".

Entidade custodiadora

Procedência

Primeiro Esquadrão de Helicópteros de Instrução.

Âmbito e conteúdo

Documentos relacionados ao Primeiro Esquadrão de Helicópteros de Instrução

Avaliação, selecção e eliminação

Ingressos adicionais

Sistema de arranjo

Condições de acesso

Livre

Condiçoes de reprodução

Sem restrição

Idioma do material

  • português do Brasil

Script do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de descrição

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Descrições relacionadas

Identificador(es) alternativos

Pontos de acesso de assunto

Pontos de acesso local

Pontos de acesso de gênero

Identificador da descrição

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Status

Final

Nível de detalhamento

Parcial

Datas de criação, revisão, eliminação

01/08/2014

Idioma(s)

Sistema(s) de escrita(s)

Fontes

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Pessoas e organizações relacionadas

Gêneros relacionados

Lugares relacionados