Fundo NPANGA - Navio-Patrulha Babitonga

Código de referência

RJDPHDM NPANGA

Título

Navio-Patrulha Babitonga

Data(s)

  • 18/08/1998 (Produção)

Nível de descrição

Fundo

Dimensão e suporte

Suporte papel: A4
Suporte digital: .PDF

Nome do produtor

(18/08/1998)

História administrativa

O Navio Patrulha Babitonga - P 63, ex-HMS Arun - M 2014, é o segundo navio a ostentar esse nome na Marinha do Brasil (1). Foi construído pelo estaleiro Richards Shipbuilders Ltd., em Lowestoft, Suffolk, Inglaterra. Foi incorporado a MB em 18 de setembro de 1998, em Plymouth, Devonport, Inglaterra. Naquela ocasião assumiu o comando o Capitão-de-Corveta Júlio John Costa Rodrigues.

A oficialidade do recebimento do Babitonga foi a seguinte:

- CC Júlio John Costa Rodrigues – Comandante

- CT Hebert Orempüller do Nascimento - Imediato

- 1º Ten. Rafael Vidal Botelho de Souza - Enc. Convés
- 1º Ten. Glauco Calhau Chicarino - Enc. Máquinas
1998

Suspendeu de Plymouth, com destino ao Brasil, escalando em Brest (França), Lisboa (Portugal), Las Palmas (Ilhas Canarias), Praia (Cabo Verde), Recife-PE e Salvador-BA, chegando finalmente ao Rio de Janeiro.

Já no Brasil foi submetido a algumas modificações antes de iniciar sua operação como navio patrulha, recebendo sistemas de ar-condicionado, grupos diesel-geradores, novos equipamentos de navegação e comunicações para adaptar-se às necessidades operativas da MB.

Passou a subordinação do Comando do Grupamento Naval do Sul (ComGrupNS) e do 5º Distrito Naval, tendo como área de atuação o litoral dos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, operando a partir de Rio Grande-RS.

2001

Em março, participou da comissão ADEREX I, realizada pelo ComGrupNSul na área marítima entre São Francisco do Sul-SC e Rio Grande-RS.

Em maio, participou da comissão SULMINEX I/01.

Realizou Operação ADESTREX-ANV, com aeronaves UH-12 Esquilo do EsqHU-5, para adestrar as equipes de bordo em operações aéreas.

2002

Entre 20 e 31 de janeiro, participou da Operação ADESTREX 01, realizada no litoral de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, integrando o GT 516.1, sob o comando do ComGrupNSul, Capitão-de-Fragata Helder Velloso Costa, junto com o RbAM Tritão e a Cv Imperial Marinheiro. Foi visitado o porto de Itajaí-SC.

2005

No dia 25 de janeiro, foi submetido a VSA pela SIPAA-5ºDN (Seção de Investigação de Prevenção de Acidentes do Comando do 5º Distrito Naval).

Entre 10 e 20 de outubro, participou da Operação Conjunta PAMPA 2005, integrando a Força-Tarfa Combina Rio Grande junto com a Cv Imperial Marinheiro – V 15, o NPa Benevente – P 61, o RbAM Tritão – R 21. Também participaram dessa operação elementos do CFN, da ForAerNav, do Exercito e da Força Aérea.

2006

Entre 12 de abril e 3 de maio, o Comando do Grupamento Naval do Sul realizou a Operação INSPNAV-POA-NV-II/ADESTREX I/2006, que contou com a presença do Com5ºDN, VA Gilberto Max Roffé. Acompanhado do Benevente, realizou ações de Inspeção Naval em apoio ao IBAMA e de presença nas águas jurisdicionais do 5º DN, além de diversos adestramentos inter-navios. Foram visitados os portos de Pelotas, no dia 26 de abril e Porto Alegre de 28 de abril a 1º de maio.

Em 12 de junho, recebeu do Comando do Controle Naval do Tráfego Marítimo – COMCONTRAM, o Prêmio Contato CNTM/2005 Distrital/5º DN, relativo ao período 1º de maio de 2005 a 30 de abril de 2006.

2007

Em 6 e 7 de junho, prestou auxilio ao Veleiro "Desiree" que estava com avaria no eixo nas proximidades do Farol das Mostardas, com três tripulantes a bordo. Uma equipe do Babitonga tentou reparar a avaria, mas não foi possível restabelecer as condições de navegação do Veleiro que foi rebocado até a barra de Rio Grande aonde foi entregue e passou a ser acompanhado pelo Rebocador "Sansão" e pela LP Carpa da Capitania dos Portos.

Em 11 de junho, data alusiva ao 142º Aniversario da Batalha Naval do Riachuelo, realizou ação de presença em São José do Norte-RS.

Em 12 de setembro, realizou saída com alunos da Escola de Comunicação Social da Universidade Católica de Pelotas (UCPEL), indo de Pelotas a Rio Grande.

O navio já esta registrando entre 250 e 500 dias mar, como pode-se perceber através da marcação apropriada na asa de seu passadiço, representada por uma ancora.
Em 12 e 13 de dezembro, participou das atividades em comemoração ao Dia do Marinheiro em Rio Grande-RS.
2008

Entre 22 e 30 de janeiro tomou parte na Operação ADESTREX-I realizada na área compreendida entre Rio Grande e Itajaí, que também contou com a participação do NPa Benevente, do RbAM Tritão e da Cv Imperial Marinheiro, todos subordinados ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Sul. O GT realizou diversos adestramentos, Inspeção Naval e apoiou a Escola Naval com embarque de aspirantes.

Entre 23 e 26 de maio, esteve em Santos-SP. A presença de um navio dessa classe em águas paulistas é muito rara já que duas unidades operam no sul e duas no norte do pais.
2009

Esteve em Santos-SP de 23 a 27 de julho
No final de setembro realizou exercícios com o NDD Rio de Janeiro - G 31, a F Independência - F 44 e as Cv Jaceguai - V 31 e Frontin - V 33 e o S Timbira - S 32; Além desses navios, que estavam em transito para participar da Operação FRATERNO XXVIII, participaram o NPa Guajará - P 44 e o RbAM Tritão - R 21.

2010

Entre 17 e 21 de março participou, junto com o NPa Benevente, a Cv Imperial Marinheiro e o RbAM Tritão, das comemorações dos 75 anos do Porto de Paranaguá.

Nos dias 4 e 5 de agosto participou da Operação DEPORTEX-SUL 10 em Rio Grande, junto com tropas do Grupamento de Fuzileiros Navais daquela cidade, com a Cv Imperial Marinheiro, RbAM Tritão e o NB Comandante Varella, além de duas lanchas da Capitania dos Portos, homens do Exército e aeronaves da FAB.

Entre 10 e 14 de setembro, esteve em Santos-SP.

2011

Em 14 de março, estava no litoral sul de São Paulo realizando buscas por um naufrago do B/P "Vô Xico III" que naufragou a 25 milhas de Cananéia.
Nos dias 9 e 10 de julho participou da 6º edição do "Anjo da Guarda Fest", no Balneário Camboriú-SC, junto com o 5° Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral (HU-5), outras unidades do Grupamento de Patrulha Naval do Sul e da Delegacia da Capitania dos Portos em Itajaí. Dentre as diversas atrações do evento, o destaque foi para a simulação de resgate de um enfermo, a bordo do Babitonga, pela aeronave "Albatroz 54", Esquilo N-7054 do HU-5.

No dia 21 de julho, foi realizada a bordo do navio, em São José do Norte-RS, pelo Comando do 5º DN a cerimônia cívico-militar alusiva aos Marinheiros Mortos em Guerra. A solenidade foi presidida pelo Comandante do Grupamento de Patrulha Naval do Sul, Capitão-de-Fragata Jeferson Denis Cruz de Medeiros, e contou com a presença dos titulares das Organizações Militares subordinadas e autoridades civis e militares. Ao final da homenagem, o navio regressou ao píer da Estação Naval do Rio Grande.

Realizou comissão de PATNAV visitando o porto de Paranaguá entre os dias 5 e 8 de setembro.

Em 12 de dezembro participou da Parada Naval alusiva a Semana da Marinha realizada ao largo da Praia do Cassino, em Rio Grande, junto com a Cv Imperial Marinheiro – V 15, o RbAM Tritão – R 21, NB Faroleiro Mário Seixas – H 26 e o NPa Benevente – P 61, além de três helicópteros do Esquadrão HU-5.

2012

Entre 11 e 25 de janeiro, integrando o Grupo-Tarefa 516.1, sob o comando do Grupamento de Patrulha Naval do Sul, junto com a Cv Imperial Marinheiro - V 15, RbAM Tritão - R 21 e o NPa Benevente - P 61, prestou apoio ao Estágio de Verão para 27 Aspirantes do 1º ano da Escola Naval durante a Operação ASPIRANTEX SUL-ADESTREX-I/2012. Foi realizada Ação de Presença nos portos de São Francisco do Sul e Itajaí, Patrulha Naval, Inspeções Navais no litoral de Santa Catarina, manobras de “Homem ao Mar” e exercício de tiro real. O navio também realizou exercício de reboque com o RbAM Tritão.

Na manhã de 31 de maio, saiu de Rio Grande com destino a Porto Alegre, rebocando a LAEP Lambari – CPRS 07, que seria usada pela Delegacia da Capitania dos Portos nos trabalhos de fiscalização. Por volta das 17h, para evitar riscos devido às condições climáticas, a tripulação de segurança a bordo da Lambari passou para bordo do Babitonga. As 21h30 em virtude da mudança repentina das condições meteorológicas com vento de sudoeste de 16 nós e águas agitadas na Lagoa dos Patos a embarcação emborcou e afundou logo em seguida, nas proximidades do Farolete de Bujuru.

As buscas foram realizadas entre os dias 1º e 22 de junho quando a Lambari foi reflutuada e rebocada pelo Babitonga de volta a Rio Grande para passar por uma avaliação e sofrer os reparos necessários.

Em 17 de agosto, durante a Operação AGATA 5 atingiu as marcas de 1.000 dias de mar e 135.877 milhas navegadas em 13 anos e onze meses de serviço na MB.

Em 28 de outubro suspendeu de Rio Grande para participar da Operação DIPLOMEX 2012 como capitânia de um Grupo-Tarefa formado também pelos NPa Gurupi – P 47, do Grupamento de Patrulha Naval do Sudeste e Gravataí – P 51, do Grupamento de Patrulha Naval do Leste. O GT estava sob o comando do Capitão-de-Fragata César Augusto Dallacosta Nogueira, Comandante do Grupamento de Patrulha Naval do Sul. Foi visitada a Base Naval de Mar Del Plata, onde os navios foram recebidos pelo Chefe do Estado-Maior do Comando da Área Naval Atlântica, CMG (ARA) Jorge Alberto Amato e pelo Comandante do 1ª Divisão de Patrulha Marítima, CMG (ARA) Cláudio Gustavo Pérez Ortigueira e também a Base Naval de Puerto Belgrano, onde os navios permaneceram até o dia 10 de novembro.

2013

Prestou apoio a Operação ASPIRANTEX-2013, realizada entre os dias 10 e 31 de janeiro. A operação foi realizada em cinco fases na área marítima entre o Rio de Janeiro e o Uruguai e contou com a participação do NDCC Almirante Sabóia – G 25, as F Niterói – F 40, União – F 45 e Greenhalgh – F 46, Cv Barroso – V 34, S Timbira – S 32 e Tikuna – S 34 e o NT Marajó – G 27. Foi visitado o porto de Montevideo entre os dias 17 e 21 de janeiro.

Participou da Operação AGATA 7 realizada entre os dias 18 de maio e 6 de junho, na área do Com5ºDN junto com o RbAM Tritão – R 21 e a Cv Imperial Marinheiro – V 15, três helicópteros UH-12 Esquilo, 23 embarcações de Policia Naval e cerca de 1.670 militares. No transcorrer da operação realizou a inspeção de 74 embarcações e a apreensão de mais de 40 toneladas de pescado.

Participou da Operação LAÇADOR-2013, sob coordenação do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA), realizada na região sul entre os dias 16 e 27 de setembro. Operou na área marítima entre os estados do Rio Grande do Sul e Paraná, junto com o NPa Benevente - P 61, o RbAM Tritão - R 21 e a Cv Imperial Marinheiro - V 15, todos do Com5ºDN.

Entidade custodiadora

Procedência

Navio-Patrulha Babitonga.

Âmbito e conteúdo

Subsérie que reúne documentos relacionados ao Navio-Patrulha Babitonga.

Avaliação, selecção e eliminação

Ingressos adicionais

Sistema de arranjo

Condições de acesso

Livre

Condiçoes de reprodução

Sem restrição

Idioma do material

  • português do Brasil

Script do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de descrição

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Descrições relacionadas

Identificador(es) alternativos

Pontos de acesso de assunto

Pontos de acesso local

Ponto de acesso nome

Pontos de acesso de gênero

Identificador da descrição

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Status

Final

Nível de detalhamento

Parcial

Datas de criação, revisão, eliminação

22/10/2013

Idioma(s)

Sistema(s) de escrita(s)

Fontes

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Pessoas e organizações relacionadas

Gêneros relacionados

Lugares relacionados