Fundo NBBOAN - Navio Balizador Tenente Boanerges

Código de referência

RJDPHDM NBBOAN

Título

Navio Balizador Tenente Boanerges

Data(s)

  • 10/04/1985 (Produção)

Nível de descrição

Fundo

Dimensão e suporte

Suporte papel: A4
Suporte digital: .PDF

Nome do produtor

(10/04/1985)

História administrativa

O Navio Balizador Tenente Boanerges - H 25, é o primeiro navio a ostentar esse nome na Marinha do Brasil, em homenagem ao Capitão-Tenente Boanerges do Amaral Filho, falecido em serviço quando em campanha hidrográfica, nas proximidades de Macaé, Rio de Janeiro, em 1946. Foi construído inicialmente pelo Estaleiro São João S.A., em Manaus-AM, e concluído pelos Estaleiros da Amazônia S/A - ESTANAVE, financiado com recursos da SUNAMAM - Superintendência Nacional da Marinha Mercante. O Tenente Boanerges é o ultimo de uma serie de quatro unidades da mesma classe. Teve sua quilha batida em 18 de outubro de 1980, foi lançado ao mar em março de 1984 e foi submetido a Mostra de Armamento e incorporado a Armada em 10 de abril de 1985, pela O.D. n.º 0001 do EMA, em cumprimento à Portaria n.º 0293/85 do MM de 29 de março de 1985. A cerimônia foi presidida pelo Chefe do Estado-Maior da Armada, Almirante-de-Esquadra Arthur Ricart da Costa. Naquela ocasião, assumiu o comando o Capitão-Tenente José Paulo Chaves Lino.

Logo após seu recebimento pela Diretoria de Hidrografia e Navegação (DHN), passou a ser subordinado ao Centro de Sinalização Náutica Almirante Morais Rego (CAMR), ficando sediado em Itaquí-MA.

1986

Em 1º de janeiro, entra em vigor a portaria n.º1025, de 26 de novembro de 1985, transferindo a sua subordinação para o recém criado Serviço de Sinalização Náutica do Nornordeste - SSN-31, subordinado ao Comando do 3º DN, passando a operar a partir Itaquí, na baia de São Marcos-MA. Ficou encarregado de manter o balizamento dos estados do Maranhão e Piauí, em especial o do canal de acesso ao Terminal de Minério da Companhia Vale do Rio Doce - CVRD, em Ponta da Madeira, considerado o de características mais particulares e extenso dentre todos os existentes no pais.

1997

Entre 14 de julho e 8 de agosto, realizou sua segunda viagem ao exterior, tendo visitado os portos de Paramaribo (Suriname) e Port of Spain (Trinidad e Tabago). Foi realizada cerimônia com a aposição de flores no tumulo do Terceiro-Sargento José Bispo dos Santos Segundo, falecido em Port of Spain durante a 2ª Guerra Mundial, e sepultado no cemitério militar daquela cidade.

2001

Em dezembro, com a extinção do Serviço de Sinalização Náutica da Baia de São Marcos, no Maranhão – SSN 2, teve sua subordinação transferida do Comando do 4º Distrito Naval (Com4ºDN) para o Comando do 3º Distrito Naval (Com3ºDN), passando a operar de Natal com o NB Comandante Malhães.
2009

Participou das buscas aos náufragos do B/P "Estrela do Mar IV", junto com a F Constituição e os NPa Guajará e Guaratuba, além de helicópteros da Marinha e da Policia Militar do Espírito Santo. O B/P "Estrela do Mar IV", com 17 tripulantes a bordo, emborcou por volta das 00:30h do dia 22 de agosto a cerca de 18 milhas náuticas da cidade de Conceição da Barra.

2010

Estava operando na área do Serviço de Sinalização Náutica do Leste - SSN-2, sediado na Base Naval de Aratu (BNA) na Bahia.
2012

Em julho realizou o lançamento da bóia fixa de Porto Seguro, pertencente ao Sistema Brasileiro de Observação dos Oceanos e Clima (GOOS/BRASIL).

Os navios da classe Comandante Varella estão passando por um processo de modernização, que dentre outras melhorias, incluí, a instalação do Sistema de Controle de Avarias (SCAV), derivado do mesmo sistema desenvolvido pelo IPqM e instalado nas fragatas classe Niterói durante o Programa ModFrag.

Entidade custodiadora

Procedência

Navio Balizador Tenente Boanerges.

Âmbito e conteúdo

Documentos relacionados ao Navio Balizador Tenente Boanerges

Avaliação, selecção e eliminação

Ingressos adicionais

Sistema de arranjo

Condições de acesso

Livre

Condiçoes de reprodução

Sem restrição

Idioma do material

  • português do Brasil

Script do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de descrição

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Descrições relacionadas

Identificador(es) alternativos

Pontos de acesso de assunto

Pontos de acesso local

Ponto de acesso nome

Pontos de acesso de gênero

Identificador da descrição

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Status

Final

Nível de detalhamento

Parcial

Datas de criação, revisão, eliminação

26/11/2013

Idioma(s)

Sistema(s) de escrita(s)

Fontes

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Pessoas e organizações relacionadas

Gêneros relacionados

Lugares relacionados