Guilhem, Henrique Aristides

Área de identificação

tipo de entidade

Pessoa

Forma autorizada do nome

Guilhem, Henrique Aristides

Forma(s) paralela(s) de nome

Formas normalizadas do nome de acordo com outras regras

Outra(s) forma(s) do nome

identificadores para entidades coletivas

área de descrição

datas de existência

1875 - 1949

história

O Almirante Henrique Aristides Guilhem nasceu no Rio de Janeiro em 26 de dezembro de 1875. Assentou Praça de Aspirante a Guarda-Marinha em 19 de novembro de 1891 e foi promovido a Vice-Almirante em 2 de agosto de 1934, ocupando posteriormente os cargos de chefe do Estado-Maior da Armada e de ministro da Marinha. Durante a gestão do Almirante Henrique Aristides Guilhem houve um grande impulso na construção naval, com a fabricação de navios-mineiros da classe Carioca e contratorpedeiros da classe Marcílio Dias e da classe Amazonas, além da remodelação do Encouraçado Minas Gerais e do Submarino Humaitá. O conjunto de tais iniciativas incrementou as operações da Marinha do Brasil na Segunda Guerra Mundial. Deu especial atenção ao setor da Aviação Naval, instalando campos de pouso ao longo de todo litoral. Estendeu as linhas do Correio Aéreo Naval e edificou os hangares e o aeródromo de Rio Grande, RS. Dedicou-se também à formação militar naval, criando cursos para oficiais intendentes e fuzileiros navais e inaugurando novas instalações para a Escola Naval na Ilha de Villegagnon. Sua administração teve especial atenção ao setor da aviação naval ao instalar campos de pouso ao longo de todo litoral e ao iniciar os primeiros treinamentos em pouso cego e noturno. Construiu numerosas bases aéreas, estendeu as linhas do Correio Aéreo Naval e edificou os hangares e o aeródromo de Rio Grande. Também dedicou-se à formação militar naval, criando novos quadros de oficiais e praças, cursos para oficiais intendentes e fuzileiros navais, e inaugurou as novas instalações da Escola Naval na Ilha de Villegagnon. É de sua autoria o livro Conselho aos Jovens Oficias. Faleceu em 03 de janeiro de 1949.

Locais

Rio de Janeiro - RJ

status legal

funções, ocupações e atividades

Carreira: Praça de Aspirante a Guarda-Marinha em 19 de novembro de 1891; Guarda-Marinha em 23 de novembro de 1896; Segundo-Tenente em 24 de dezembro de 1898; Primeiro-Tenente em 5 de dezembro de 1900; Capitão-Tenente em 6 de fevereiro de 1906; Capitão de Corveta em 3 de março de 1912; Capitão de Fragata em 20 de dezembro de 1917; Capitão de Mar e Guerra em 17 de outubro de 1921; Contra-Almirante em 10 de março de 1931; Vice-Almirante em 2 de agosto de 1934.

Cursos: Especialização em Torpedos; Minas Submarinas e Submersíveis na Europa.

Comandos e Direções: Aviso Jutaí; Torpedeira Bento Gonçalves; Imprensa Naval; Contratorpedeiro Pará; Depósito Naval do Rio de Janeiro; Cruzador Barroso; Escola de Aviação Naval; Flotilha de Aviões de Guerra; Gabinete do Ministro da Marinha; Navio-Mineiro Carlos Gomes; Encouraçado São Paulo; Flotilha de Navios-Mineiros; Escola de Grumetes e de Aprendizes-Marinheiros do Rio de Janeiro; Escola Naval; Flotilha de Contratorpedeiros; Diretoria-Geral da Fazenda; Estado-Maior da Armada; Ministério da Marinha.

Mandatos/Fontes de autoridade

Estruturas internas/genealogia

contexto geral

Área de relacionamento

Área de ponto de acesso

Ocupações

Área de controle

Identificador do registro de autoridade

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Status

Preliminar

Nível de detalhamento

Parcial

Datas de criação, revisão e eliminação

15/06/2015 - Estagiária Nathalia Oliveira

Idioma(s)

Sistema(s) de escrita(s)

Fontes

Notas de manutenção

  • Área de Transferência

  • Exportar

  • EAC