Corveta Imperial Marinheiro

Área de identificação

tipo de entidade

Entidade coletiva

Forma autorizada do nome

Corveta Imperial Marinheiro

Forma(s) paralela(s) de nome

  • CVIMARINHEIRO

Formas normalizadas do nome de acordo com outras regras

  • CVIPMN

Outra(s) forma(s) do nome

  • 85103

identificadores para entidades coletivas

área de descrição

datas de existência

18/06/1955

história

A Corveta Imperial Marinheiro - V 15, terceiro navio a ostentar esse nome na Marinha do Brasil, em homenagem aos marinheiros-nacionais. As Corvetas classe Imperial Marinheiro foram idealizadas e mandadas construir pelo Almirante Renato de Almeida Guillobel, em sua gestão a frente do Ministério da Marinha. Foi construída pelo estaleiro C.C. Sheepsbower & Gashonder Bedriff Jonker & Stans, em Rotterdam, Holanda. Teve sua quilha batida em 26 de outubro de 1953, lançada ao mar em 19 de novembro de 1954, foi incorporada à Armada em 11 de junho de 1955 e submetida a Mostra de Armamento em 18 de junho de 1955, no cais Boompjois, em Rotterdam pelo Aviso n.º 1153 de 12/05/1955 (Bol. 21/55/1960 MM). Naquela ocasião, assumiu o comando, o Capitão-de-Corveta Maurílio Augusto da Silva.
De acordo com o BONO n° 606 de 20 de Agosto de 2015, a Corveta “Imperial Marinheiro” foi dada Baixa do Serviço Ativo da Armada.

Locais

Rio Grande do Sul

status legal

funções, ocupações e atividades

Mandatos/Fontes de autoridade

Estruturas internas/genealogia

contexto geral

As Corvetas classe Imperial Marinheiro, foram originalmente concebidas, como navio guarda-costas, rebocador, mineiro e varredor. Já nos anos noventa, as unidades remanescentes mantinham apenas as características de unidade de patrulha (guarda-costas) e salvamento (rebocador). Seus trilhos para lançamentos de minas e paravanas de varredura não existem mais a bordo. Atualmente a maior restrição das Corvetas nas missões de patrulha é a sua baixa velocidade em relação às velocidades atuais dos navios mercantes. A Corveta tem uma velocidade máxima mantida de apenas 12 nós.

Área de relacionamento

Área de ponto de acesso

Ocupações

Área de controle

Identificador do registro de autoridade

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Status

Final

Nível de detalhamento

Parcial

Datas de criação, revisão e eliminação

11/09/2013 - Estagiário Gustavo Nascimento Rocha Dias

Idioma(s)

Sistema(s) de escrita(s)

Fontes

Notas de manutenção

  • Área de Transferência

  • Exportar

  • EAC