Item DIST - Distintivo da Companhia de Polícia

Abrir original objeto digital

Código de referência

RJDPHDM CIAPOL-DE-HE-DIST

Título

Distintivo da Companhia de Polícia

Data(s)

  • 20/09/1995 (Produção)

Nível de descrição

Item

Dimensão e suporte

Arquivo PDF.
2 páginas.

Nome do produtor

(20/09/1995)

História administrativa

A Companhia de Polícia, organização militar com semi-autonomia administrativa, com sede no município de São Gonçalo, Estado do Rio de Janeiro, foi criada pela Portaria Ministerial nº 0471, de 20 de setembro de 1995. É subordinada ao Comando da Tropa de Reforço e está instalada na Base de Fuzileiros Navais da Ilha das Flores.
As instalações ocupadas atualmente pela Comapanhia de Polícia, pelo Batalhão de Viaturas Anfíias e pela Companhia de Apoio ao Desembarque foram construídas entre 1906 e 1909. Os prédios da Ilha das Flores foram utilizados, em situações de emergência, como presídio militar e político. Como hospedaria, alojou imigrantes de várias nacionalidades. Em outras oportunidades, hospedou em suas dependências refugiados coreanos, chineses (1955 e 1956) e húngaros (1957 e 1958).
A Companhia de Polícia adquiriu vasta experiência nos apoios aos exercícios e operações das unidades da Força de Fuzileiros da Esquadra e dos Distritos Navais, em virtude da variedade de atividades que incluíram, entre outras, a segurança do Presidente da República, segurança portuária, operações de controle de distúrbios e a assistência cívico-social a populações carentes. Esta Organização Militar, apesar do curto período de existência, já autou em operações militares, onde o trato com a população civil exige o profissionalismo de uma tropa bem adestrada assiciado à cortesia que é peculiar ao militar. Cabe destacar que a Companhia de Polícia em 2004 e em 2006 empregou um efetivo de cerca de trinta militares na seguraça dos navios brasileiros (em seus locais de atracação) que efetuaram o transporte para o revezamento das tropas na Haiti.
AV. Paiva, S/Nº - Neves - São Gonçalo - RJ - Brasil - CEP 24611-970
Telefone: 3707-9555

Entidade custodiadora

Procedência

Âmbito e conteúdo

DESCRIÇÃO

Num escudo boleado e encimado pela coroa naval, em campo de vermelho, dois fuzis de ouro, passados em aspa, com âncora superposta, em pala e do mesmo metal; no chefe de azul duas pistolas, de ouro, passadas em aspa.

EXPLICAÇÃO

No campo de vermelho, esmalte representativo de bravura, denodo e intrepidez, predicados dos Fuzileiros Navais do Brasil, os fuzis e a âncora de ouro assim dispostos constituem seu próprio distintivo. No chefe de azul, esmalte clássico da Marinha, as pistolas de ouro evocam a missão da companhia em apreço.

Avaliação, selecção e eliminação

Ingressos adicionais

Sistema de arranjo

Condições de acesso

Livre.

Condiçoes de reprodução

Sem restrição de reprodução.

Idioma do material

  • português do Brasil

Script do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de descrição

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Descrições relacionadas

Identificador(es) alternativos

Pontos de acesso de assunto

Pontos de acesso local

Ponto de acesso nome

Pontos de acesso de gênero

Identificador da descrição

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Status

Preliminar

Nível de detalhamento

Parcial

Datas de criação, revisão, eliminação

02/05/2019

Idioma(s)

Sistema(s) de escrita(s)

Fontes

Nota do arquivista

Lançado pelo estagiário Aidan S. Paim.

objeto digital (Master) área de direitos

objeto digital (Reference) área de direitos

objeto digital (Thumbnail) área de direitos

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Pessoas e organizações relacionadas

Gêneros relacionados

Lugares relacionados