Item DIST - Distintivo do Comando da Força de Fuzileiros da Esquadra

Abrir original objeto digital

Código de referência

RJDPHDM COMFFE-DE-HE-DIST

Título

Distintivo do Comando da Força de Fuzileiros da Esquadra

Data(s)

  • 06/02/1957 (Produção)

Nível de descrição

Item

Dimensão e suporte

Arquivo PDF.
2 páginas.

Nome do produtor

(06/02/1957)

História administrativa

A nossa Força de Fuzileiros da Esquadra (FFE) tem suas origens na decisão, da alta administração naval, adotada após a II Guerra Mundial, no sentido de construir uma Força moderna, com capacidade anfíbia e destinada a atender as necessidades previsíveis de aplicação do Poder Naval brasileiro.
Em conseqüência desta decisão, resultaram três iniciativas fundamentais para que a nossa Marinha dispusesse de Forças especialmente aprestadas para a realização de Operações Anfíbias.
A primeira foi a aprovação do Regulamento para o Corpo de Fuzileiros Navais, em 1950, que previa a existência de uma FFE, no seu Artigo 21.
Surge então a segunda iniciativa, com o envio de oficiais para cursos, estágios e visitas nas organizações de Fuzileiros Navais estrangeiras, particularmente nos Fuzileiros Navais norte-americanos.
Somente sete anos após a previsão da existência da FFE, pelo Regulamento de 1950, concretizaram-se condições mínimas para sua criação e ativação.

Entidade custodiadora

Procedência

Âmbito e conteúdo

DESCRIÇÃO

Num escudo boleado, encimado pela coroa naval, campo de verde com espada de cabo de ouro e lâmina de prata, disposta em pala e apontada para cima, cortado de vermelho com dois fuzis de ouro filetados de preto passados em aspa, tendo uma âncora superposta, em pala, do mesmo metal e filetada de preto. Bordadura de azul, semeada de âncoras de prata.

EXPLICAÇÃO

No campo de verde, aludindo à atuação, também em terra, dos Fuzileiros Navais, a espada representa o comando militar; no cortado de vermelho, esmalte evocativo da bravura, os fuzis e a âncora constituem seu próprio distintivo. A bordadura de azul, esmalte clássico da Marinha, semeadas de âncoras, alude aos múltiplos navios da Esquadra Brasileira, à qual está integrada a Força de Fuzileiros. A insígnia pendente do distintivo foi a este anexado em decorrência do Decreto do Presidente da República Federativa do Brasil de 25 de maio de 2005.

Avaliação, selecção e eliminação

Ingressos adicionais

Sistema de arranjo

Condições de acesso

Livre.

Condiçoes de reprodução

Sem restrição de reprodução.

Idioma do material

  • português do Brasil

Script do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de descrição

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Descrições relacionadas

Identificador(es) alternativos

Pontos de acesso de assunto

Pontos de acesso local

Ponto de acesso nome

Pontos de acesso de gênero

Identificador da descrição

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Status

Preliminar

Nível de detalhamento

Parcial

Datas de criação, revisão, eliminação

14/05/2019

Idioma(s)

Sistema(s) de escrita(s)

Fontes

Nota do arquivista

Lançado pelo estagiário Aidan S. Paim.

objeto digital (Master) área de direitos

objeto digital (Reference) área de direitos

objeto digital (Thumbnail) área de direitos

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Pessoas e organizações relacionadas

Gêneros relacionados

Lugares relacionados