Batalhão Naval

Área de identificação

tipo de entidade

Entidade coletiva

Forma autorizada do nome

Batalhão Naval

Forma(s) paralela(s) de nome

  • BTLNAV

Formas normalizadas do nome de acordo com outras regras

  • BATNAV

Outra(s) forma(s) do nome

  • 31050

identificadores para entidades coletivas

área de descrição

datas de existência

24/11/1852

história

Localizado na histórica Fortaleza de São José, na Ilha das Cobras, herdou um passado de mais de 147 anos, desde 24 de novembro de 1852, quando teve seu regulamento aprovado pelo Decreto n° 1.067-A, assinado pelo Imperador D.Pedro II. Portanto, o nome Batalhão Naval é uma homenagem às glórias do Btl Naval do século XIX.
Participou da campanha contra Aguirre (República Oriental do Uruguai), destacando-se na batalha da tomada do Forte Sebastopol na cidade de Paissandu (1864).
Durante toda história, o Batalhão Naval participou de diversas operações militares e cívico-militares tendo presença ativa na história brasileira.
Olavo Bilac, lendo pela primeira vez a Oração à Bandeira no pátio do Batalhão Naval em 19 de novembro de 1915. Óleo sobre tela de Álvaro Martins.
Nos dias de hoje, com a especialização do Corpo de Fuzileiros Navais, as atividades operativas foram deslocadas para Organizações Militares específicas, ficando o Batalhão Naval responsável pela manutenção da Fortaleza de São José e pelas representações do CFN.

Locais

Rio de Janeiro

status legal

funções, ocupações e atividades

As tarefas exercidas são:


  • Prover a segurança e a manutenção das instalações do CGCFN, Comando do Pessoal de Fuzileiros Navais (CPesFN), Comando do Material de Fuzileiros Navais (CMatFN);


  • Executar os serviços de comunicações administrativas do CGCFN, CPesFN, CMatFN e Companhia de Polícia do Batalhão Naval (CiaPolBtlNav) e os serviços de comunicações operativas dos navios que entram e saem da Baía de Guanabara e o móvel-terrestre;


  • Prover apoio de transporte, saúde, rancho e administração de pessoal para o CGCFN, CPesFN, CMatFN e CiaPolBtlNav;


  • Prover apoio de rancho ao Presídio da Marinha;


  • Executar atividades de Estação Pagadora para o pessoal do CGCFN, CPesFN, CMatFN e CiaPolBtlNav;


  • Fornecer representações para solenidades militares, cívicas e cívico-militares;


  • Prover apoio de Bandas e Conjuntos quando determinado; e


  • Exercer as atividades de Capitão-de-Bandeira para o CGCFN.

Mandatos/Fontes de autoridade

Estruturas internas/genealogia

contexto geral

Cabe ao Batalhão Naval apoiar, nas atividades de administração financeira, de pessoal, segurança e serviços gerais, as Organizações Militares sediadas na Fortaleza de São José (ou seja, o Comando-Geral do CFN, o Comando de Pessoal e o Comando do Material de Fuzileiros Navais) e fornecer as representações para solenidades cívicas e cívico-militares.
Cabe, ainda, ao Batalhão Naval, a manutenção de atividades especiais desempenhadas pela Companhia de Polícia e pela Companhia de Bandas

Área de relacionamento

Área de ponto de acesso

Ocupações

Área de controle

Identificador do registro de autoridade

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Status

Preliminar

Nível de detalhamento

Parcial

Datas de criação, revisão e eliminação

02/09/2013 - Estagiária Carolline

Idioma(s)

Sistema(s) de escrita(s)

Notas de manutenção

  • Área de Transferência

  • Exportar

  • EAC