Item DIST - Distintivo do Batalhão de Engenharia de Fuzileiros Navais

Abrir original objeto digital

Código de referência

RJDPHDM BTLENG-DE-HE-DIST

Título

Distintivo do Batalhão de Engenharia de Fuzileiros Navais

Data(s)

  • 01/01/1958 (Produção)

Nível de descrição

Item

Dimensão e suporte

Arquivo PDF.
2 páginas.

Nome do produtor

(01/01/1958)

História administrativa

A 1ª Companhia de Engenharia (1ªCiaEng) do Núcleo da 1ª Divisão de Fuzileiros Navais da Força de Fuzileiros da Esquadra (1ªDivFuzNav, FFE), foi criada pelo Aviso N.º 22282/1957, do então Ministro da Marinha e teve a sua lotação aprovada pela Ordem-do-Dia N.º 33/1958, do Comandante-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais (ComGerCFN).
Em 1958, a 1ª CiaEng ficou oficialmente instalada na Região do Saco do Valente, conforme fez público o Boletim do Núcleo da 1ªDivFuzNav, FFE, onde abrigou-se provisoriamente, instalada em barracas de campanha para dez (10) homens, sendo a sua administração comum com as demais subunidades do Núcleo.
Seu primeiro efetivo chegou em 12 de fevereiro de 1958, constituindo-se de Oficiais e Praças recém-cursados no 1º Batalhão de Engenharia de Combate (1ºBECmb) do Exército Brasileiro (EB), constando de: 03 Oficiais; e 42 Praças.
Em 15 de outubro de 1959, por determinação do Chefe do Estado-Maior da Armada (CEMA) e do ComGerCFN, mediante autorização verbal do então Ministro da Marinha, a 1ªCiaEng instalou-se num prédio em construção, no Km 1 da Rodovia Washington Luiz, em Duque de Caxias, Rio de Janeiro, destinado à Imprensa Naval. A Unidade ocupou três salas do citado prédio.
A instalação elétrica ainda não havia sido concluída, de modo que a iluminação à noite era feita por lampiões. Não havia água encanada e a Companhia utilizava-se de uma bomba manual para coletar o "precioso líquido", para consumo. As instalações sanitárias eram localizadas fora do prédio principal, pertencente às obras. O único meio de transporte de que a Companhia dispunha era uma pick-up "Chevrolet" ano 1957. Para o rancho, a tropa deslocava-se até a Escola de Combate a Incêndio do Centro de Adestramento Almirante Marques de Leão (CAAML), ficando os militares da Companhia municiados naquela Escola.
Não havia meio de comunicação entre a Unidade e os demais estabelecimentos da Marinha, e nem existiam serviços médicos. Em 27 de junho de 1960, os militares da Companhia foram utilizados na construção do prédio destinado ao seu próprio aquartelamento.
Ao final de dezembro de 1962, a 1ª CiaEng realizou a Operação "Gato Preto", que foi a mudança de suas instalações, do prédio da Imprensa Naval para o prédio definitivo, instalações essas que ocupa atualmente.
Não podemos deixar de lembrar que essa 1ª Companhia de Engenheiros, com o tempo e o aprimoramento de seus meios, recebeu outros nomes, tais como:
Em 1963, denominou-se Batalhão de Pioneiros, subordinado ao Comando da Força de Fuzileiros da Esquadra;
Em 1971, passou a denominar-se Batalhão de Engenharia, subordinado ao então Comando de Reforço da Força de Fuzileiros da Esquadra; e Finalmente, em 18 de fevereiro de 1993, o Batalhão de Engenharia passou a denominar-se Batalhão de Engenharia de Fuzileiros Navais, subordinado ao Comando da Tropa de Reforço.

Entidade custodiadora

Procedência

Âmbito e conteúdo

DESCRIÇÃO

Num escudo boleado, encimado pela coroa naval, campo de verde com castelo de ouro, lavrado, aberto e iluminado de preto; cortado de vermelho, com dois fuzis de ouro, passados em aspa, com âncora superposta, em pala e também de ouro.

EXPLICAÇÃO

O campo de verde, o castelo simboliza a Engenharia, aludindo assim ao próprio nome do Batalhão; no cortado de vermelho, esmalte representativo da bravura, denodo e intrepidez, predicados dos Fuzileiros Navais do Brasil, os fuzis e a âncora de ouro constituem o seu próprio distintivo.

Avaliação, selecção e eliminação

Ingressos adicionais

Sistema de arranjo

Condições de acesso

Livre.

Condiçoes de reprodução

Sem restrição de reprodução.

Idioma do material

  • português do Brasil

Script do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de descrição

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Descrições relacionadas

Identificador(es) alternativos

Pontos de acesso de assunto

Pontos de acesso local

Ponto de acesso nome

Pontos de acesso de gênero

Identificador da descrição

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Status

Preliminar

Nível de detalhamento

Parcial

Datas de criação, revisão, eliminação

30/04/2019

Idioma(s)

Sistema(s) de escrita(s)

Fontes

Nota do arquivista

Lançado pelo estagiário Aidan S. Paim.

objeto digital (Master) área de direitos

objeto digital (Reference) área de direitos

objeto digital (Thumbnail) área de direitos

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Pessoas e organizações relacionadas

Gêneros relacionados

Lugares relacionados