Agência Naval de Segurança Nuclear e Qualidade

Área de identificação

tipo de entidade

Entidade coletiva

Forma autorizada do nome

Agência Naval de Segurança Nuclear e Qualidade

Forma(s) paralela(s) de nome

  • AgNSNQ
  • EDTI

Formas normalizadas do nome de acordo com outras regras

  • SEGNUC

Outra(s) forma(s) do nome

  • 20304

identificadores para entidades coletivas

área de descrição

datas de existência

20/04/2017

história

A Agência Naval de Segurança Nuclear e Qualidade foi criada pela Portaria n° 120/MB, de 20 de abril de 2017, que ampliou suas tarefas e alterou a denominação do Escritório de Desenvolvimento Tecnológico Industrial da Marinha (EDTI) para Agência Naval de Segurança Nuclear e Qualidade (AgNSNQ), complementada pela Portaria n° 27/MB, de 30 de janeiro de 2018. Foi ativada no dia 5 de fevereiro de 2018 em cerimônia realizada no Rio de Janeiro.

É uma Organização Militar sem autonomia administrativa apoiada pela Diretoria-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha.e pelo Centro Tecnológico da Marinha no Rio de Janeiro (CTMRJ). Atuará como órgão de assessoria técnica à Autoridade Naval de Segurança Nuclear e Qualidade (ANSNQ).

A Agência Naval de Segurança Nuclear e Qualidade é subordinada à Diretoria-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha.

Endereço: Praça Barão de Ladário s/n – Rua da Ponte, s/n, Edifício 23 do AMRJ, 2º Andar, Ilha das Cobras, Centro, Rio de Janeiro – RJ – Brasil – CEP: 20091-000.
Telefone (s): (21) 2197-7454

Locais

Rio de Janeiro - RJ

status legal

funções, ocupações e atividades

Para consecução do seu propósito, cabe a AgNSNQ executar as seguintes tarefas:
I – adotar, acompanhar a evolução e expedir normas e recomendações afetas às suas atividades-fim;
II – emitir documentos técnicos (estudos, pareceres e relatórios) que fundamentem a expedição de licenças e autorizações da ANSNQ;
III – relacionar-se com os órgãos nacionais e internacionais reguladores de atividades nucleares;
IV – supervisionar as ações na área de normalização, metrologia e avaliação da conformidade em atividades de desenvolvimento tecnológico na MB;
V – relacionar-se com a autoridade nacional e demais organizações da área de metrologia e qualidade;
VI – assessorar tecnicamente o Conselho de Compensação e da Governança de Offset na Marinha, nos assuntos afetos à metrologia, normalização e avaliação da conformidade, quando instado;
VII – atuar como Gestor do Conhecimento nas áreas relacionadas à segurança nuclear e à metrologia, qualidade e avaliação da conformidade em atividades de desenvolvimento tecnológico na Marinha; e
VIII – planejar e gerenciar a realização de cursos, estágios, intercâmbios e conclaves para a qualificação e capacitação contínua do seu pessoal nas áreas relacionadas às atividades finalísticas da OM e para as atividades administrativas básicas.

Mandatos/Fontes de autoridade

Estruturas internas/genealogia

contexto geral

A Agência Naval de Segurança Nuclear e Qualidade tem o propósito de atuar como órgão regulador e fiscalizador, a fim de contribuir para a segurança nuclear, de meios navais e suas instalações de apoio, e para a garantia da qualidade no desenvolvimento tecnológico de produtos e sistemas navais de defesa.

Possuía a denominação "Escritório de Desenvolvimento Tecnológico Industrial da Marinha" que foi criado pela Portaria n° 628/MB, de 28 de dezembro de 2012 e, em 20 de abril de 2017, teve sua denominação alterada para Agência Naval de Segurança Nuclear e Qualidade e suas tarefas ampliadas.

Área de relacionamento

Área de ponto de acesso

Ocupações

Área de controle

Identificador do registro de autoridade

AgNSNQ

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Status

Preliminar

Nível de detalhamento

Parcial

Datas de criação, revisão e eliminação

Criado em 26/04/2018

Idioma(s)

  • português do Brasil

Sistema(s) de escrita(s)

Fontes

https://10.10.244.1/drupal7/sites/all/siteom/
Regulamento da Agência Naval de Segurança Nuclear e Qualidade

Notas de manutenção

Criado pela CB-AD Caroline Maciel
  • Área de Transferência

  • Exportar

  • EAC